1.8.08

Pic-Bandeira (ou Bandeirinha)

1. Nome da atividade
Pic-Bandeira (ou Bandeirinha)

2. Tipo da atividade
Quadra (correr em área limitada), Salão (sentado em área fechadas, chuva)

3. Materiais necessários
Duas bandeiras (pode ser chinelos, camisas ou bandeiras mesmo de TNT, sempre coloridas).
O chão precisa de marcação, então se não for em uma quadra usar barbante, fita crepe ou pontos de referência (poste, árvore, calçada, escadão).

4. Quantidade de equipe (tios) necessária: 2

5. Breve descrição
O tradicional jogo de correr e driblar, bem divertido. Na quadra um time de cada lado e a bandeira no final dos campos (onde é a trave de futebol ou a cesta de basquete). Cada time tem que recuperar sua bandeira atravessando o campo do adversário. Ele pega a bandeira e fica em uma área neutra/morto em torno dela (na quadra pode ser a área ou o garrafão este campo livre). O jogador deve correr e levar de volta a bandeira ao seu campo, sem ser 'pego' pelo caminho. 1 ponto para a equipe.

6. Objetivo do jogo
Pegar a bandeira e trazer de volta ao campo ser ser 'pego' pelo caminho. Fazer a defesa do campo e da bandeira do nosso lado.

7. Regras
Se for 'pego' - tocarem no jogador do outro time - o jogador que estava no ataque fica de estátua no lugar. O seu time pode resgatar tocando nele de novo ou passando por baixo da perna.
Pode passar a bandeira? Pode jogar ou tem que ser na mãos?
Sim e não. Cada um escolhe a melhor opção conforme o grupo e o espaço.

8. Dicas, truques e variações
Faça este mesmo jogo com quatro equipes em uma área maior. De para equipe uma bandeira específica para pegar. Esta variação o pessoal chama de WAR.

9. Analogia bíblica
Não tem analogia bíblica. Algué sugere alguma, comente.
Vale lembrar que as atividades com finalidade recreativa e esportiva são ótimos panos de fundo para o momento do devocional.

Enviado por Ricco de São Paulo - SP em 01/08/2008

Para enviar sua atividade clique aqui.

1 Comentários:

Blogger Cal disse...

a paz! boa a brincadeira cara, vivemos fazendo ela aqui com os jovens! haha

Bom, quanto ao seu comentário..
concordo com você sobre fazermos um, sem negligenciarmos o outro.
Mas me responde uma coisa:
quantas igrejas existem em seu bairro? umas 5, no mínimo.
Agora, você olha pra cidades inteiras dentro da janela 10/40 e não encontra quase nenhuma igreja. Quando existem, são escondidas.
Pessoas pra trabalhar na sua vizinhança existe de sobra, só falta pé na bunda pra começar o serviço e a obra.
agora, pra ir às nações, não existe muitas pessoas dispostas, não é mesmo?

"e só sonhar com as nações!"
e não se trata de sonhar com as nações. nunca só 'se sonha' com isso. se AGE.
e sobre o seu "sonhar o impossível", Hudson taylor já dizia:
"a Obra de Deus é divida em 3 etapas: ela fica difícil, se torna impossível, e então ela é feita."

nações estão sendo salvas e remidas, Biblias traduzidas, cada vez mais pessoas, cada vez mais bíblias são 'contrabandiadas' pra paises que proibem e você diz que isso é sonhar com o impossível?

bom, pelo menos algo está sendo feito.

18 de setembro de 2008 13:07  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início